Micropigmentação em sobrancelhas, olhos, lábios e aréolas

“A micropigmentação consiste no depósito de um pigmento na segunda camada da pele, onde ficam as terminações nervosas, os vasos sanguíneos, e onde também fica a produção de colágeno e elastina.

O resultado se assemelha a uma tatuagem bem delicada, que tenta imitar a cor e o formato da área pigmentada da forma mais perfeita possível, dando um aspecto natural.

A diferença é que o na micropigmentação, o pigmento inserido não fica na derme, a camada mais profunda da pele, onde não acontece a renovação de células. Ela é realizada na camada mais superficial, a epiderme, por isso é semidefinitivo.

Onde pode ser feita a micropigmentação

A micropigmentação pode ser aplicada para corrigir falhas, delinear e colorir partes do corpo que merecem ganhar maior destaque, como por exemplo:

Micropigmentação de sobrancelhas para redesenhar ou corrigir falhas nas sobrancelhas através de um efeito natural que imita os fios;

Micropigmentação da auréola dos mamilos para reconstruí-la após cirurgia das mamas;

Micropigmentação de contorno dos olhos para quem possui cílios ralos e claros;

Micropigmentação de contorno e preenchimento dos lábios para um efeito de revitalização ou apenas para conferir um contorno definindo bocas muito pálidas.

Tecnicas

Fio a fio
A técnica fio a fio são fios que imitam os fios que a gente tem na sobrancelha”, explica Karina. É o método mais usado hoje em dia.

É chamada também de hiper-realista e 3D. Pode ser aplicada com dermógrafo ou com o microblading.
Compactada
A compactada é uma técnica que deixa a sobrancelha mais marcada. É indicada para quem não possui pelos ou desejam deixar a sobrancelha com mais expressão.

Nessa técnica, o contorno e o preenchimento é feito por completo com o pigmento.
Esfumada
Já a técnica esfumada é uma sobrancelha mais leve. “Você tem o ângulo certo do dermógrafo que é utilizado para os fios parecerem os mais naturais possíveis.

Fica com aspecto de ter passado um lápis na sobrancelha ou uma sombra”, aponta a especialista.
Duração da micropigmentação.

A duração da micropigmentação não é como a da tatuagem definitiva. Justamente por não ser aplicada na parte mais profunda da pele, ela não dura a vida toda. O tempo de permanência do pigmento vai depender do tipo de aparelho que foi utilizado.

Em geral, quando utilizado o dermógrafo, a duração chega por volta de 6 meses a 2 anos. E então, o procedimento poder realizado novamente.
Duração da micropigmentação.

A micropigmentação é indicada para quem tem sobrancelhas falhadas, ralas, com cicatrizes. É recomendado ser maior de idade, mas pode ser realizada a partir dos 16 anos (com autorização dos pais).

Não deve ser feito em pacientes que possuem dificuldades de cicatrização, tendências a queloides (cicatrizes em alto releve que aparecem em algumas pessoas), reações alérgicas ou ainda que esteja com infecções próximas à região da aplicação.

Gestantes, lactantes, quem está em tratamento de quimioterapia, diabéticos e quem tem hipertensão precisam estar estáveis, com a doença controlada, pessoas que fazem uso de medicações anticoagulantes, com cirurgias recentes, neoplasias, problemas oculares, uso de ácidos e cosméticos recentes também não devem realizar o procedimento.

Antes & depois